Confira o informativo da ABRH-Brasil no Estadão desta quinta-feira

Publicado: 08 de novembro de 2018

SECCIONAIS EM AÇÃO

Pará e Brasília vão debater o futuro das pessoas e organizações

Novembro é mês de agenda movimentada para as ABRHs nas diferentes regiões do país e, principalmente, para aquelas que vão realizar seus grandes eventos anuais, como é o caso das seccionais do Distrito Federal e do Pará. Em meio às constantes transformações pelas quais passa o mundo, o futuro da gestão de pessoas ganha relevância na pauta das entidades. Confira o que aguarda os profissionais brasilienses e paraenses:

21 DE NOVEMBRO

ABRH-DF_ENCONTRARH2018

Na 28ª edição, o ENCONTRARH 2018 – Encontro Anual de Recursos Humanos vai acontecer no Unique Palace, em Brasília, pautado pelo tema central O Papel do RH na Transformação das Pessoas e Organizações.

A ABRH-DF parte da premissa de que, com as mudanças cada vez mais rápidas, as organizações precisam ser mais líquidas e ágeis para se ajustarem às demandas que surgem no cenário político, econômico e digital e, no qual, a área de gestão de pessoas é o maior alicerce para promover engajamento e mudanças.

Goytisolo: ativo humano no centro da estratégia Foto: Arquivo ABRH-Brasil/Fredy Uehara

“O ENCONTRARH trará reflexões sobre a importância da excelência em gestão de pessoas nas organizações, inserindo o ativo humano no centro da estratégia. Executivos que atuam em organizações líderes nos seus segmentos trarão o que há de mais moderno em práticas na área”, antecipa Bruno Goytisolo, presidente da ABRH-DF.

Marcelo Nóbrega, diretor de RH da Arcos Dorados no Brasil, empresa que administra o McDonald’s na América Latina, vai apresentar o case de mudança cultural da rede no país. Já pela Petrobras, José Luiz Marcusso, gerente executivo de RH da companhia, vai falar de gestão de carreiras para incentivar o protagonismo dos colaboradores.

Antes de dar início às palestras, a ABRH-DF fará a entrega dos troféus aos vencedores da versão brasiliense do Prêmio Ser Humano 2018. O grande vencedor desta edição apresentará a palestra de abertura para compartilhar com a plateia o case premiado.

Theunis Marinho, presidente da ABRH-SP, vai protagonizar o encerramento com a palestra Sonhar alto pensar grande, inspirada em seu livro autobiográfico, que conta a história de como enfrentou os obstáculos e se tornou o primeiro brasileiro a ser presidente de uma empresa do Grupo Bayer, a Bayer Polímeros.

Informações:
goo.gl/htPAKw

23 E 24 DE NOVEMBRO

Organizações do Futuro e o Lado Humano da Tecnologia é o tema da 15ª edição do Congresso de Gestão de Pessoas, que a seccional paraense da ABRH vai realizar no Hotel Princesa Louçã, em Belém.

Assim como no ENCONTRARH, o pano de fundo são as mudanças drásticas que acontecem em alta velocidade e exigem rapidez na adaptação.

Cármen: o autodesenvolvimento como diferencial – Foto: Arquivo ABRH-Brasil/Fredy Uehara

“O profissional faz a diferença quando se preocupa com o seu desenvolvimento pessoal e profissional. Principalmente nessa era tecnológica, deve continuar se desenvolvendo para não ficar ultrapassado, porque, hoje, em um cenário de velocidade, dinamismo e competição, sai na frente aquele que estiver mais preparado”, diz Cármen Célia Vinhas Mateus, presidente do congresso.

Entre os palestrantes confirmados, diretores da ABRH-Brasil vão marcar presença no congresso: Jefferson Leonardo, diretor da Região Sul da associação, participará com o tema A equação: Ser + Humano x Tecnologia = Excelência; Wolnei Tadeu Ferreira, diretor Jurídico, estará no painel Como está o seu RH após a reforma trabalhista?; e Ricardo Voltolini, diretor de Sustentabilidade, vai abordar os desafios do RH quando o assunto é sustentabilidade.

Já o encerramento terá Iara e Eduardo Xavier, os Caçadores de Bons Exemplos, que, em 2011, venderam tudo para iniciar uma jornada pelo país em busca de pessoas que, através de projetos sociais, fazem a diferença nas comunidades em que estão inseridas. E não foram poucas as histórias encontradas para compartilhar com o público.

Informações:
goo.gl/Xxscyg

 

Liderança feminina em Pernambuco

Em parceria com a ONU Mulheres, União Europeia e OIT, a ABRH-PE vai realizar, no dia 21, no Mar Hotel, no Recife, o II Fórum de Mulheres na Liderança. Neste ano, o debate girará em torno do tema Igualdade de Gênero Gera Bons Negócios.

Estão confirmadas as presenças de nomes de expressão, como Adriana Carvalho, gerente dos Princípios de Empoderamento das Mulheres da ONU Mulheres; Ana Addobatti, fundadora da startup Women Friendly; Daviane Chemin, vice-presidente da ABRH-Brasil; Giovanna Machado, fundadora do programa Futuras Cientistas; José Ricardo Amaro, diretor de RH da Edenred do Brasil; Moacy Freitas, diretor de Pessoas e Organização do Grupo Moura; e Rodrigo Vianna, sócio e um dos fundadores da Talenses, entre outros especialistas.

Informações:
goo.gl/i79crq

Conexões mineiras

A Inteligência Artificial está aí e vai causar grandes impactos no mercado de trabalho. Mas e na área de RH, o que vai mudar? Esse é o assunto que estará em destaque no 2º Conexões Humanas, que a ABRH-MG vai promover no dia 21, a partir das 8 horas, no Espaço de Eventos Unimed, em Belo Horizonte.

Entre os palestrantes, Tiago Carvalho Machado, co-founder e CPO da Rocketmat, vai explicar como a Inteligência Artificial redefinirá a gestão de pessoas; a irreverente consultora Vânia Ferrari apresentará o stand up corporativo Protagonismo & Atitude; e Rivadávia Drummond, professor e global business developement officer da Arizona State University (EUA), estará na palestra Fazendo a inovação acontecer: Um guia prático para você liderar o crescimento sustentável da sua organização.

Informações:
goo.gl/GNwXjc

 

PESQUISA

Compliance ainda é utopia nas empresas  

 

Embora conheçam as ferramentas para implantar um programa de compliance, as empresas ainda falham no mapeamento de riscos a que estão expostas, segundo a 4ª Pesquisa Nível de Maturidade em Compliance, organizada pela consultoria Protiviti. Das 446 organizações participantes, 46% nunca fizeram esse mapeamento, base para a efetividade e eficiência dos programas.

“É como se tivéssemos comprado bons remédios sem saber exatamente qual o problema de saúde”, explica Heloisa Macari, sócia-diretora da Protiviti.

Apesar disso, diz ela, houve melhora na visão de compliance. Exemplo disso é que a implantação de programas efetivos deixou de ser prática exclusiva das grandes corporações e tem ganhado destaque também entre as de pequeno e médio porte.

Apoio da alta direção

Outra boa notícia é que mais da metade das empresas – 53% – apresenta nível de compliance médio alto e alto, por possuir patrocínio da alta direção da empresa, investindo em elementos fundamentais, como código de ética, canal de denúncias, planos de treinamento e comunicação, função compliance, auditorias, monitoramentos e due dilligence de terceiros.

Por outro lado, há elementos que requerem mais cuidado e, por falta de conhecimento ou atenção, estão sendo negligenciados ou implantados de maneira equivocada, como a política anticorrupção, indicadores de gestão, red flags para situações não usuais, assessment de riscos e desenvolvimento de planos de ação para melhorias.

“Saber onde estão os riscos e fazer a gestão constante deles, por meio de novas medidas, controles e treinamentos, é fator chave para elevar o nível de maturidade em compliance nas organizações brasileiras”, orienta a especialista.

Imagem: Clker Free Vector Images/Pixabay

 

MELHOR

Por um RH mais ágil

O uso crescente das metodologias ágeis nas empresas é um dos reflexos da transformação digital, que impõe uma nova maneira de atuar – com mais atenção no cliente –, necessidade de respostas rápidas e inovação constante para se destacar. Isso sem falar nas novas demandas dos profissionais por mais liberdade e autonomia. Por isso, muitas das companhias que estão adotando a prática têm percebido, mais do que melhoria de processo, uma nova necessidade estratégica.

Como a área de RH pode usar bem essas metodologias e ajudar a empresa a criar uma cultura “amigável” para elas?  Esse é o tema da matéria de capa da edição de novembro da revista Melhor – Gestão de Pessoas.

A edição traz ainda uma entrevista com Vince Molinaro, diretor global de soluções de liderança da consultoria LHH. Na conversa, ele fala sobre como estabelecer um contrato de liderança eficaz em um cenário global em mudança e que atitudes podem ser adotadas por uma pessoa agora e que, no futuro, podem refletir sobre uma carreira de sucesso no mundo corporativo.

Confira, também, como algumas empresas investem em recrutamentos alternativos com uso de games. A aposta é que esse recurso seja mais assertivo na contratação de pessoas para a era digital.

Assinatura:
Tel. (11) 3039-5666
www.revistamelhor.com.br
assinatura@editorasegmento.com.br

 

CARREIRA

Nova executiva de RH na Propay

Divulgação

A ProPay, empresa de outsourcing para RH, anunciou Monica Gonçalves como sua nova executiva de Desenvolvimento Humano Organizacional.

Graduada em Psicologia e pós-graduada em Gestão de RH pela FGV, ela possui formação sênior em Coaching pelo ICI (Integrated Coaching Institute) e já atuou em grandes empresas como Banco Votorantim, ICTS Protiviti, Lojas Renner  e Banco ABN Amro.

“O maior desafio nessa nova fase será o de apoiar os líderes na transformação cultural da empresa, respondendo com prontidão às mudanças e capacitando o time para as novas competências. É o momento de reaprender a aprender novos conceitos e formas de responder aos desafios da organização”, resume Monica.

Para fazer download desta edição, clique na imagem abaixo:

Compartilhe:

Receba Nossos Informativos:

Agenda Completa:

Agenda Completa

Filiada à:

Filiada à ABRH Nacional

Fale Conosco

Rua das Palmeiras, nº 685, Edifício Contemporâneo Empresarial, Sala 1.504,
Santa Lúcia - Vitória, ES - Brasil
CEP: 29056-210
27 98836-0250 / 3324-8326 / 3225-0886

Siga a ABRH-ES no Facebook

E RECEBA GRÁTIS AS MAIORES NOVIDADES DA GESTÃO DE RH DO ES.