Selo Empresa e Direitos Humanos: mais um passo na garantia do respeito ao ser humano

Publicado: 10 de dezembro de 2018
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o conceito de Direitos Humanos reconhece que cada ser humano pode desfrutar de seus direitos sem distinção de raça, sexo, idioma, religião, liberdade de opinião e expressão, incluindo política, origem social ou nacional, ou condição de nascimento ou riqueza. Os direitos humanos são indivisíveis, inter-relacionados e interdependentes e são garantidos por lei, protegendo indivíduos e grupos contra ações que interferem nas liberdades fundamentais e na dignidade humana. E o que os direitos humanos têm a ver com as organizações? 

A partir do dia 21 de novembro entrou em vigor o decreto 9571/18 que estabelece as diretrizes nacionais sobre empresas e direitos humanos, estabelecendo que as empresas que voluntariamente aderirem às diretrizes receberão o selo “Empresa e Direitos Humanos“. Essas diretrizes preveem a adoção de mecanismos de denúncia e a reparação da violação destes direitos. 

Com a lei, a sistematização dos direitos humanos nas organizações ganham força para além da cultura de responsabilidade social, e sim, com uma visão ampla de monitoramento e acompanhamento permanente.   Os temas como discriminação, assédio sexual, saúde segurança, liberdade de associação e de formar sindicatos, estupro, tortura, liberdade de expressão, privacidade, pobreza, educação, deverão ser incluídos no planejamento estratégico como uma pauta definitiva. Na prática tem haver com excesso de horas extras, igualdade de salários entre homens e mulheres, publicidade abusiva, consumo consciente de recursos naturais e tantos outros. 

Também será importante que as organizações adotem uma visão preventiva dos impactos que gera. Diversas pesquisas mostram que a nova geração busca empregos em empresas que impactam positivamente o ecossistema de negócio e tenham um olhar mais amplo para o ser humano. Portanto, empresas com o selo “Empresa e Direitos Humanos” se tornarão mais atrativas e com maior potencial de retenção de talentos.

Direitos Humanos é uma prerrogativa das empresas e o selo vem como chancela de um movimento que deve se tornar cada vez mais natural.  Um número maior de empresas precisam contribuir para a construção de relações equilibradas e saudáveis com empregados e a sociedade, a fim de que todos se desenvolvam. Dessa forma a valorização do impacto positivo causado pelas empresas no ecossistema cresce.

Lara Sathler
Voluntária na Diretoria de Diversidade

Compartilhe:

Receba Nossos Informativos:

Agenda Completa:

Agenda Completa

Filiada à:

Filiada à ABRH Nacional

Fale Conosco

Rua das Palmeiras, nº 685, Edifício Contemporâneo Empresarial, Sala 1.504,
Santa Lúcia - Vitória, ES - Brasil
CEP: 29056-210
27 98836-0250 / 3324-8326 / 3225-0886

Siga a ABRH-ES no Facebook

E RECEBA GRÁTIS AS MAIORES NOVIDADES DA GESTÃO DE RH DO ES.